Relatos | Viagem Disney 2013 - Dia 9: EPCOT



Imagine poder ir ao futuro e, alguns passos depois, visitar os principais acontecimentos da história da humanidade. Imagine poder visitar onze países, num mesmo dia, conhecendo um pouco de sua arquitetura, cultura, idioma, bem como poder fazer um verdadeiro tour gastronômico. Agora pare de imaginar, pois esse lugar existe: trata-se do EPCOT.

Apesar do tamanho (mais do que o dobro do Magic Kingdom), o EPCOT não possui tantas atrações, mas a qualidade do que oferece o diferencia dos demais. Suas dimensões, aliás, rendem piadas até hoje no tocante à sigla EPCOT, que para os americanos mais bem humorados significa: "Every Person Comes Out Tired" (todo mundo sai cansado).

Onde mais você poderia ter a mesma sensação experimentada por um astronauta no lançamento de uma nave espacial e de acelerar a quase 30 mil quilômetros por hora no espaço? Ou então de voar de asa delta sobre as mais belas paisagens da Califórnia?


É importante destacar que cada parque e atração da Disney tem personalidade própria, tanto pela apresentação, como também pela decorrente imersão do visitante e, principalmente, pela trilha sonora. Ao entrar no EPCOT, deparando-se com a gigantesca esfera geodésica (que não é mero enfeite, mas uma atração, a Spaceship Earth), esta é a trilha sonora que ficará para sempre em sua memória:


Fonte: DisneyWorldVeteran


SPACESHIP EARTH:


A Spaceship Earth coloca os visitantes numa viagem pelo tempo e pelo espaço, passando pelos fatos e invenções mais importantes da humanidade, nos levando rumo ao futuro. A atração conta com a opção de narração em português e uma trilha sonora simplesmente espetacular:


Fonte: Mouse World Music


Se esse é o futuro, quero ir para lá hoje:



MISSION SPACE: Quem nunca desejou ir ao espaço? Então, que tal experimentar as mesmas sensações de um astronauta, no lançamento da uma nave espacial, com destino a Marte? Essa é a premissa de Mission Space, a atração mais temida de todos os parques temáticos do mundo!


A entrada da Mission Space simula as instalações de uma agência espacial do futuro, nas quais passamos por uma série de corredores contendo protótipos de uma estação espacial (com vários cômodos), uma réplica do veículo lunar utilizado pelos astronautas da Apollo XI, bem como um corredor com placas e fotos em homenagens aos homens e mulheres responsáveis pelas maiores conquistas da humanidade no espaço (Gagarin, Armstrong, os astronautas responsáveis pelo primeiro vôo do ônibus espacial e pela primeira atracação entre uma nave americana e uma soviética, entre tantos outros heróis, e, ao final, alguns fictícios).

Em todo esse trajeto, da entrada da atração até o corredor que nos dá acesso à cabine da nave, são veiculados avisos contendo todo tipo de restrição médica possível e imaginável, para que pessoas com quaisquer históricos de saúde não entrem no simulador, o que nos causou certa preocupação, pois em nenhuma outra atração haviam tantas recomendações.

Como não poderia deixar de ser, como já estávamos habituados ao radicalismo máximo (ou achávamos isso, pelo menos), optamos pela versão Orange da atração, a mais realista e intensa da Mission Space, e seguimos para o Briefing Room da missão, onde assistimos o melhor e mais realista vídeo de introdução de toda a viagem.

Após o briefing, nos dirigimos ao corredor circular que dá acesso ao simulador, onde foi definido o papel de cada um no vôo. Fui selecionado como piloto (YES!) e Marcelinho seria o engenheiro. Definidas essas funções, assumimos nossas posições no interior da nave e partimos rumo ao espaço, sentindo uma força G tremenda na decolagem, onde a pele do rosto parece ser realmente puxada para trás, o que cessa quando saímos da atmosfera e chegamos ao espaço e ficamos com a sensação de gravidade zero e podemos ver uma parte do globo terrestre, abaixo de nós.

É então que o Engenheiro aciona os motores secundários, oportunidade na qual sentimos uma aceleração fortíssima e partimos rumo à Lua para, com ajuda de sua gravidade, ganharmos ainda mais velocidade para a viagem a Marte. O resto, só mesmo indo pessoalmente para saber o que acontece, ou seja, não ouse assistir o vídeo abaixo até o final:


Fonte: UndercoverTourist.com


É lógico que você vai encontrar a réplica da nave da atração na lojinha:



SOARING: Um dos mais belos e emocionantes simuladores já criados pela Disney, Soaring leva os visitantes a um incrivelmente realista passeio de asa delta pelos cartões postais da Califórnia, com direito a todas as sensações e cheiros de cada lugar, bem como um final surpreendente, tornando Soaring uma das atrações mais concorridas do EPCOT.


Como essa versão do Soaring não existe mais (foi substituída por Soaring Around the World), segue o vídeo completo de como era à época (a qualidade da imagem não ajuda, mas permite ter uma ideia de como era a atração):


Fonte: iThemePark


Apenas a trilha sonora:


Fonte: Engineering Tyler


WORLD SHOWCASE:

Todos os dias, às 11 da manhã, é liberado o acesso ao World Showcase, ou seja, a parte do parque dedicada a onze países, nos quais os visitantes podem conhecer um pouco mais da arquitetura, costumes, culinária e cultura do Canadá, Inglaterra, França, Marrocos, Japão, Estados Unidos (ué, mas não estamos nos EUA?), Itália, Alemanha, China, Noruega e México.


Canadá:


França:


Marrocos:


Inglaterra (sim, a loja é abarrotada de produtos de Doctor Who e outras série britânicas):


Japão (que conta com a Mitsukoshi, a melhor loja do World Showcase, capaz de fazer os fãs de animes simplesmente surtarem):


Itália (adoramos o restaurante Via Napoli, como vocês podem perceber):


Alguém viu o Ezio Auditore da Firenze por aí?


E, com isso, nos despedimos, cansadíssimos, do EPCOT, na certeza de que essa seria a primeira de muitas viagens ao mundo de Walt Disney, que nos proporcionou experiências realmente inesquecíveis.


Essa foi a última noite na qual vimos o portão "de casa" iluminado (aliás, não existe sensação no mundo que se compare a ver isso e saber que estamos chegando naquele que é, ao menos por alguns dias do ano, o nosso lar). As lembranças de todo o esforço para tornar isso realidade e de toda a diversão proporcionada pela Disney ficarão para sempre em nossas memórias.


Valeu, Walt.



Procurar por Tags

Veja mais na:

Central NerdCore

  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

Conheça também:

Sound Test

© 2015 "NERDCORE BRASIL"